Concentração

Concentracao

Eduardo Santos

29 de set. de 2021

Toda vez que se fala sobre perfumes sempre se esbarra no assunto concentração.

Para falar sobre isso é preciso dizer que tecnicamente o perfume é um material, ou seja, uma porção de matéria com mais de uma substância.

Podemos separar seus componentes em dois grandes grupos:

O primeiro grupo é o que pode-se chamar de veículo ou suporte, são as substâncias químicas com funções práticas, como diluentes, solventes, bactericidas, conservantes, água, etc.

O segundo grupo chamamos de essências, ou seja, são as substâncias que imprimem ao perfume o seu odor característico.

Geralmente, quanto maior a concentração de substâncias desse segundo grupo, mais forte, ou acentuado, ou duradouro e ou ainda mais marcante é o perfume.

Não podemos de forma alguma cometer o erro de dizer que existem perfumes melhores ou piores baseando-se na concentração. As diferentes concentrações servem a propósitos e gostos diferentes e pode-se encontrar excelentes perfumes em todas as concentrações.

A Parum, por exemplo, irá lançar seu primeiro perfume na concentração “Perfume”, trata-se da segunda concentração mais alta utilizada na perfumaria onde, do total do perfume, entre 15% e 20% é composto de óleos essenciais ou substâncias odoríferas. Encontramos perfumes com concentrações ainda maiores, com até 40% de essências, mas nesse caso são chamados de “Extratos”. Esse tipo de perfume requer uma certa discrição na utilização, para que não cause desconfortos.

Acompanhando a baixa da concentração das essências encontramos o EAU de Perfume que tem uma concentração entre 10% e 15%, logo depois vem EAU de Toilette com concentrações que variam de 5% a 10% e por último EAU de Cologne com concentrações entre 3% e 5%. Em alguns países do mundo, incluindo o Brasil, uma concentração ainda menor deu origem a alguns perfumes que foram classificados como “Deocolonia” com concentração em torno de 1%.

Quem gosta de estar perfumado pode lançar mão das várias concentrações para usar perfumes com sabedoria. De que adianta usar um perfume superconcentrado quando se vai à praia ou ao clube? Em pouco tempo estará todo molhado e aquele odor maravilhoso estará totalmente diluído nos milhares litros de água da piscina ou milhões do mar. Nesse caso é inteligente utilizar as concentrações mais baixas, ficando perfumado na ida, entre os banhos e na volta, repondo o seu perfume convenientemente.